Blog do escritor: http://poesiasniilistas.blogspot.com.br/
ESPAÇO NIILISTA - THOR MENKENT
"... ao primeiro choro, já nascemos condenados à nossa humana abnormidade!"
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


SILENCE

A palavra não resolve a verdadeira questão de nada. Aliás, ela pouco significa e pouco diz à ilusão de ótica posta à superfície das coisas. Assim é que correm (muitas vezes parecendo-se límpidas como as águas de um rio cabaceiro) com pedras e lodos que ficam em seus veios, e com matas e flores que ficam em suas margens.

A palavra não significa que exista alguma coisa. Ela apenas representa a sutileza que o ser tem de dizer que exista alguma coisa a seu modo de ver, mesmo não vendo que o faça dessa forma.

Mas o silêncio, sim, diz muito e, sobretudo, às profundezas não vistas do ser, onde, quietos e reflexivos, ruminam-se reflexões sobre vida e morte, amor e dor, fantasias e devaneios; quais serão emergidos, a seu tempo, à superfície onde apenas pensam que vazios podem conter tudos.
Péricles Alves de Oliveira (Thor Menkent)
Enviado por Péricles Alves de Oliveira (Thor Menkent) em 10/12/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

BLOG DO AUTOR http://poesiasniilistas.blogspot.com.br/ ______________ LIVROS A VENDA http://www.bookess.com/profile/menkent/books/ ______________ Todos os poemas deste autor são registrados no ISBN. Plágio é crime.